Oxímetros! Saiba os níveis de oxigênio de seu sangue | Guia de Compras Casas Bahia
Home / Saúde e Beleza / Oxímetros! Saiba os níveis de oxigênio de seu sangue

Oxímetros! Saiba os níveis de oxigênio de seu sangue

Publicado em Saúde e Beleza por Adriano Camargo

oxímetro taxa oxigênio sangue

O oxímetro ajuda a analisar a quantidade de oxigênio que precisa

Fascinado por esportes desde a juventude, Seu Nelson esbanjava vitalidade e não demonstrava no corpo os sinais de seus quase setenta anos de vida. Seu sorriso cativante era o cartão de visita para novos amigos. Isso o fazia ser muito conhecido na região, principalmente por seus vizinhos de condomínio.

Metalúrgico, aposentado após mais de 35 anos de trabalho em uma indústria do Grande ABC, Seu Nelson era considerado o capitão de uma turma da terceira idade que fazia caminhada pelo bairro quase todos os dias da semana. Além disso, tinha o costume de se levantar junto com o nascer do sol para cuidar de seus canários, sua outra paixão!

O problema era que o local das caminhadas tinha um intenso e diário tráfego de caminhões que lançavam, constantemente, uma grande quantidade de fumaça preta pelas ruas, prejudicando a todos. Com o passar do tempo e de muitas andanças, Seu Nelson passou a sentir falta de disposição e, principalmente, falta de ar. Uma sensação de não conseguir inalar o suficiente para a respiração.

Isso foi se intensificando, e o resultado de sua apatia já era visto também por seus familiares, que notavam seu constante cansaço. Mesmo sendo alertado, sua teimosia não o deixava consultar um médico. Até que, em uma dessas caminhadas, Seu Nelson percebeu que algo estava errado com seu coração, fazendo-o a perder a consciência. Levado ao pronto socorro mais próximo, foi detectada uma arritmia cardíaca devido à insuficiência respiratória.

Com o uso de um simples e prático aparelho, chamado oxímetro, foi possível medir a taxa de oxigênio do sangue de Seu Nelson e saber que o problema estava relacionado a uma baixa quantidade de oxigenação. Após a realização de outros exames e a constatação da alta taxa de dióxido de carbono, ficou claro que a fumaça inalada durante as caminhadas foi o principal fator prejudicial à sua saúde.

Após ser medicado e ficar um período de repouso, Seu Nelson decidiu mudar o local de suas caminhadas para ruas mais calmas, com menor tráfego. Adquiriu um oxímetro de dedo para acompanhar os níveis de oxigenação no sangue e controlar qualquer nova alteração das taxas.

Assim como aconteceu com o Seu Nelson, qualquer pessoa pode comprar um oxímetro e se prevenir de problemas relativos à insuficiência respiratória, que afetam diversos órgãos do corpo, como o coração e o cérebro, que necessitam de um sangue rico em oxigênio para o bom funcionamento.

oximetria saúde indolor dedo

Simples, prático e indolor! Basta colocar seu dedo!

Muito prazer me chamo Oxímetro!

Prático e não evasivo, ele não causa qualquer dor ou medo, pois não existe nenhuma agulha. Ótimo, principalmente, para quem tem medo desse objeto. A oximetria é de grande importância para monitorar os sinais vitais de qualquer pessoa. Trata-se de um pequeno dispositivo médico, que quando colocado no paciente é capaz de medir o nível de saturação de oxigênio do sangue.

Entre os principais tipos de oxímetros existentes estão o de pulso, o de orelha e o de dedo (a forma mais comum). De forma geral, esse nível de saturação precisa indicar um valor mínimo de 89% para que suas células estejam saudáveis. Ter uma baixa taxa de oxigênio implica na dificuldade de trabalho das células do corpo. Dessa forma, ele irá funcionar mal, principalmente sobrecarregando coração e cérebro. Com taxas mais baixas, o melhor a se fazer é procurar cuidados médicos.

Para aumentar a concentração do nível de oxigênio no corpo e prevenir doenças, basta seguir algumas dicas básicas, como: beber bastante água para auxiliar a circulação de sangue; praticar exercícios físicos aeróbicos; respirar adequadamente de maneira lenta por cerca de 12 minutos, a partir do diafragma e pelo nariz; adotar uma dieta alcalina, aumentando a quantidade de alimentos vegetais em sua dieta e reduzindo o consumo de alimentos processados e de origem animal.

Funcionamento do Oxímetro

Um oxímetro funciona por meio de uma pequena unidade colocada no dedo ou um dispositivo portátil conectado a um fio, que pode ser adaptado ao dedo ou ao lóbulo da orelha. Feixes de luz passam através do sangue de seu dedo ou do lóbulo da orelha para detectar a taxa de oxigênio, sem que você perceba, calculando a porcentagem do “transporte”.

Existem algumas interferências externas que podem afetar a leitura de um oxímetro. A melhor leitura será alcançada quando sua mão estiver aquecida, relaxada e com a menor movimentação possível para uma leitura mais precisa, além de ficar com a mão posicionada um pouco abaixo do nível do coração. Quem fuma tem o índice no oxímetro apresentado em uma taxa maior, pois o tabagismo potencializa os níveis de monóxido de carbono no sangue, e o oxímetro mede a diferença entre o monóxido de carbono e o oxigênio.

A grande maioria dos modelos de oxímetros de pulso possui uma espécie de prendedor de roupa ou clipe, que fixa no dedo ou orelha, mas também existem algumas sondas adesivas. Para uma leitura mais precisa é indicada a remoção do esmalte de unha que por ventura possa ter no dedo.

oximetro saude oxigenio medico

O baixo percentual de oxigênio no sangue afeta o bom funcionamento do coração e cérebro

Por que ter um oxímetro?

Um oxímetro de pulso pode ser prescrito por um médico para pacientes que sofram de apneia do sono, tenha problemas respiratórios, como asma ou pneumonia, além de doenças crônicas, como anemia, problemas cardíacos ou câncer de pulmão. Além de ser útil para pessoas que se exercitam frequentemente, como atletas, ou que realizam viagens para locais com altas altitudes. Sendo possível monitorar a taxa de oxigênio sanguíneo e saber quando será necessário aumentar esse fluxo. Até mesmo crianças com problemas respiratórios ou asma podem ser monitoradas.

Ao utilizá-lo durante ou após uma crise de asma, bronquite ou mesmo uma recuperação anestésica e de internação hospitalar, ele irá medir e acompanhar a quantidade de oxigênio que o sangue recebe através da respiração para as funções vitais. Uma ressalva é que ao realizar o exame de oximetria com um paciente que tenha pressão baixa, hipotermia ou anemia grave, o resultado pode apresentar valores incorretos para a taxa de oxigênio.

oximetro problemas respiratorios doenças crônicas

Indicado para pessoas que sofram de problemas respiratórios ou doenças crônicas

 

As principais diferenças entre os modelos

Os oxímetros de dedo são os mais indicados para o uso caseiro, principalmente por seu tamanho e fácil adaptação. Entre as principais características que diferenciam um modelo de outro estão: a vida útil da bateria, o nível de confiabilidade, a exibição dos dados, a durabilidade e o alarme emitido.

O nível de confiabilidade de qualquer modelo de oxímetro segue a média de 2% de margem de erro. A única diferença é que existem alguns oxímetros de dedo que notificam o usuário para o caso de algum problema de leitura.Outro ponto importante para analisar em um modelo é checar se ele possui um medidor de bateria que avisa quando ela estiver acabando. Sendo que existem produtos que funcionam com pilhas, bateria e até os recarregáveis.

Quanto à exibição dos dados apresentados, tem opções que mostram números maiores e telas coloridas para facilitar a leitura, principalmente de pessoas com problemas de visão. E também modelos com a capacidade para rotacionar a tela para que outras pessoas possam monitorar os dados.

Uma característica interessante em determinados modelos diz respeito ao alarme sonoro, que é acionado quando existe uma baixa saturação de oxigênio.A questão relacionada à durabilidade só será alterada em aparelhos profissionais devido à sua utilização mais frequente, tendo em vista ser usado por um maior número de pessoas.

oximetro md300c visor numeros grandes

O oxímetro MD300D da JG Moriya tem um display em LED que mostra os números grandes

Entre os mais conhecidos estão o OxyControl, da Geratherm, considerado um dos melhores aparelhos para análises caseiras. Funciona com duas pilhas AAA e sua durabilidade chega até 30 horas de uso contínuo, além de possuir um visor com 6 perspectivas e a medição de nível de oxigênio de 70% até 99%.

O MD300C, da JG Moriya, tem como principal diferencial o display em LED um pouco maior que os dos concorrentes, auxiliando na leitura de pacientes que tenham problemas de visão.

O Fingertip SB100, da Rossmax, tem um nível de faixa de medição maior do que o padrão de mercado, trabalhando com análises entre 35 e 99%, além de desligar automaticamente quando estiver 8 segundos fora do dedo.

O Palpus1 SA210, da Rossmax, é um modelo profissional com variadas funções e especialidades técnicas, trabalhando com uma faixa de medição entre 35% e 100%, além de contar com uma bateria recarregável. Possui memória interna, alarmes e sensores programáveis para diferentes tipos de pacientes, como adultos e crianças.

 

Comentários

Populares