PC como novo. De novo. Dicas para melhorar a performance!
Home / Informática / PC como novo. De novo. Dicas para melhorar a performance!

PC como novo. De novo. Dicas para melhorar a performance!

Publicado em Informática por thaisa alves

PC como novo. De novo. Dicas para melhorar a performance!

É natural: computadores, assim como todas as máquinas, precisam de manutenção periódica. Não nos referimos ao fato de que as máquinas envelhecem e precisam ser substituídas, mas à perda de desempenho inerente que chega com o uso – mesmo em computadores relativamente novos – ou a necessidade de novos recursos que antes eram inexistentes nas máquinas.

Na maioria das vezes, você mesmo pode resolver os problemas mais comuns. Sem muitas dificuldades ou perrengues. Com soluções simples é possível evitar enviar o seu computador à assistência técnica ou pedir auxílio de ajuda especializada.

Até mesmo alguns upgrades de hardware (as peças do computador) podem muitas vezes ser feitos sem que você sequer tenha que abrir a máquina, a partir da utilização de periféricos. Ficou curioso? A Casas Bahia vai ensiná-lo a cuidar melhor de seu computador e fazê-lo render ainda mais. Abordaremos nesse artigo o Windows em sua sétima versão, a mais utilizada no mundo atualmente. Algumas dicas, porém, podem ser replicadas a qualquer versão (e em alguns casos, até outros sistemas).

Ficou mais lento?

Conforme o computador é utilizado, gradualmente ele parece perder desempenho. Em muitos casos, o problema pode ser resolvido via software, já que o desempenho costuma ser ocasionado pela quantidade de aplicativos que estão em segundo plano (aqueles programas que trabalham sem que a gente veja).

Boa parte dos aplicativos que rodam em segundo plano ficam representados por um ícone na bandeja do sistema, ao lado do relógio do Windows 7. A boa notícia é que muitos deles você sequer precisa no seu dia a dia. Clicando com o botão direito em cada um deles você pode tentar localizar o item Fechar, Sair ou Quit (em inglês) para que a memória que eles utilizam seja usada para outras funções.

O problema é que a lentidão também afeta o processo de inicialização do computador. Nesse caso, é preciso agir de maneira mais drástica, impedindo que esses aplicativos executem junto com o sistema toda vez que a máquina é ligada. O Soluto (www.soluto.com) é uma solução gratuita que avalia seu computador no período de inicialização e sugere, via navegador, os aplicativos mais indicados a desligamento. A administração é simples, e é tão visual que mesmo quem não fala inglês consegue entender o seu funcionamento.

Ficou sem espaço?

Em computadores com menor capacidade de armazenamento, o espaço em disco se esgota mais rapidamente. E há programas que simplesmente travam ao tentar gravar dados para um HD mais abarrotado. Para ter um disco mais espaçoso, é preciso pensar o que é realmente importante.

Há algumas medidas a serem tomadas no caso de um disco cheio. A primeira delas é a partir da limpeza dos arquivos temporários, que já podem dar um respiro. Digite “Limpeza de Disco” no menu Iniciar do Windows 7 e aguarde até que o sistema colete os dados. Aí basta marcar Arquivos Temporários, Arquivos de Internet Temporários e Lixeira para dar um respiro.

Isso não é suficiente. Muitas vezes é preciso ser mais agressivo. No Painel de Controle, por exemplo, você pode recorrer ao grupo Programas para Desinstalar um programa e liberar espaço apagando os softwares que instalou, mas não utiliza mais. Se isso não resolver, o que pode ser feito é adquirir um disco externo. Basta conectá-lo à porta USB e mover os arquivos que você produz – textos, planilhas, desenhos, etc – e desafogar o disco principal.

Algo parou de funcionar?

Alguns programas ou alguns malwares (aquelas pragas que por vezes chegam sem nosso conhecimento ao computador a partir de um download ou de um pen drive de um amigo, por exemplo) por vezes são capazes de provocar conflitos ou, pior: fazer com que determinados dispositivos parem de funcionar de uma hora para outra.

Antes de correr para o técnico pensando que a falha é de hardware, há um teste a ser feito. O Windows utiliza bibliotecas de comunicação com a máquina chamadas de “drivers” que, se pararem de funcionar, fazem parecer que a máquina está com defeito.

A reinstalação de drivers não é um mistério. As principais marcas disponibilizam em seu site pacotes de drivers (às vezes trazem consigo CDs de instalação com eles) que podem ser baixados e utilizados em uma emergência. Procure no site da fabricante por eles e na hora da necessidade, basta executá-los.

Outra boa ideia é manter seu Windows sempre atualizado, a partir da ferramenta Windows Update, que pode ser localizada pelo menu Iniciar e traz correções para o Windows e seus programas.

Pronto! Agora é só curtir o seu PC, novo, de novo.

Comentários

Populares