Ar-condicionado split, portátil ou de janela? Qual escolher?
Home / Ar e Ventilação / Que Calor! Descubra quais as diferenças entre ar-condicionado split, portátil e de janela!

Que Calor! Descubra quais as diferenças entre ar-condicionado split, portátil e de janela!

Publicado em Ar e Ventilação por thaisa alves

ar-condicionado-split-ou-portatil

Calma, o calor vai passar, vai passar…

Não sou eu, o Bola de Fogo, mas o calor tá de matar. Dependendo da região que você mora no Brasil, é provável que você esteja suando, reclamando nas redes sociais e orando para que, milagrosamente, uma piscina surja sob seus pés ou para que o carpete do escritório vire mar.

Enquanto essas coisas não acontecem, a gente segue procurando opções que sejam um pouco mais palpáveis e próximas ao real sem torrar fortunas para isso. Algo que faça a gente parar de abrir a porta da geladeira procurando refúgio e pensando “será que eu caibo aqui?” ou que coloque um fim à miséria do ventilador, cansado de circular ar quente.

Se você é um dos que está jogando a toalha – que nesse momento deve estar ensopada de suor – a gente está aqui para aliviar. Ou para ajudar você a entender o que vai te aliviar. Nesse e nos próximos verões. Ou para amenizar a temperatura nos dias em que pinta a vontade de mandar aquele tuite ou aquela publicação “aff, mas como tá quente por aqui!!!!” como se nenhum de seus amigos tivesse percebido ainda.

ar-condicionado-janela

Sua primeira opção há muito tempo – o Ar-Condicionado de Janela

O ar-condicionado de janela surgiu há algum tempo e, por conta disso, talvez não seja a melhor opção hoje. A vantagem desses equipamentos é que muitos prédios e residências antigas possuem entrada para eles, aqueles buracos na parede.

Consta que seu nome veio, inclusive, do fato de que muita gente prendia-os direto na janela. Ao contrário de seu sucessor, o Split que falaremos a seguir, ele possui apenas uma unidade.

O ar-condicionado de janela – ou janeleiro, como é chamado carinhosamente – pode ser mecânico ou eletrônico. O primeiro é o tipo mais simples deles, já o segundo costuma ter até controle remoto. Podem não ser primorosos em consumo, mas são bem mais eficientes que os simples ventiladores.

ar-condicionado-split

Recordistas de preferência – O ar-condicionado Split

Receoso de conta elétrica muito alta? A sua resposta pode estar no Split. O ar-condicionado mais usado do mercado recebeu esse nome que, ao contrário de seu antecessor são compostos de duas unidades: um vai fora de casa e outra vai dentro: condensador e evaporador.

Os Splits ainda se dividem em subgrupos, entre eles o Windows Split, o Multisplit, o Split Piso-Teto e o Split-Canto Teto e, é claro, o Hi-Wall. O Hi-Wall é o mais utilizado de todos e sua instalação é feita no alto da parede.

Quem procura economia ainda pode contar com uma outra variação, o ar-condicionado Split Inverter que, com uma troca no fluxo de como o resfriamento é feito são capazes de poupar até 40% de energia comparado a outras opções.

Uma boa dica para quem está pretendendo comprar um ar-condicionado é verificar o selo de classificação energética, que deve ser sempre A para um consumo mais eficiente e comprar um ar-condicionado compatível com a metragem e, de preferência, equipado com recursos que poupem eletricidade.

Essa graduação é feita a partir da contagem dos BTUs, que nada mais é que a potência obtida por um aparelho condicionador de ar. Para se ter uma ideia, um Split de 7.500 BTUs é capaz de resfriar áreas entre 6 e 9 metros quadrados.

Com um ar-condicionado de 12 mil BTUs é possível gelar um ambiente de 20 metros quadrados, o que o torna ideal para salas maiores, por exemplo. Em casos de ambientes realmente grandes, o ideal é pesquisar modelos apropriados e, se necessário, instalar mais de um aparelho para cobrir cantos da sala.

ar-condicionado-portatil

Ar-condicionado portátil

Lógico que para muita gente a instalação pode ser um problema. Casas de cinco cômodos, por exemplo, são problemáticas se pensarmos que precisaremos adquirir cinco aparelhos de uma tacada só, ou ficaremos restritos ao cômodo em que a instalação foi feita.

Outra opção, então, é a compra de um ar-condicionado portátil. Esses equipamentos muitas vezes nem são tão portáteis assim, mas a verdade é que é um alento não precisar instalá-los e pode, mesmo que com um pouco de esforço, arrastá-los de um cômodo para outro onde ficaremos, desde que tenha por perto, é claro, uma janela. Afinal, é necessário retirar o ar quente de dentro do ambiente e uma “mangueira” é a responsável por essa tarefa nos modelos portáteis.

Restrito a cômodos pequenos, não são os aparelhos mais indicados para grandes ambientes. Mas, acredite, são capazes de fazer milagres se tudo o que você quer é um pouco de conforto em dias quentes, ler um livro deitado na cama e, quem sabe, puxar um cobertor para fingir que lá fora está fazendo um frio forte.

Comentários

Populares